A máfia estatal tenta impor o salário mínimo como um “direito”, e muitos civis acham bom. Mas, graças ao salário mínimo, muitos estão desempregados e irei lhe explicar alguns dos motivos.

O Brasil por possuir encargos trabalhistas e tributários altos, dificulta, afasta empresas e micro empresas de serem abertas. (Não esquecendo da burocracia, é claro).

Ou seja: poucas empresas significa menor concorrência e menos opções de trabalhos. Agora, iremos acrescentar um salário mínimo do meio de tudo isso. Um ditador estatal decide qual é o mínimo que você “deve” pagar a um empregado, caso você não obedeça, você será sequestrado(preso) por eles. Caso um civil não tenha muito tempo como estudantes por exemplo; ele não pode ser empregado com um valor menor proposto pela empresa. caso a máfia descubra, a empresa poderá até ser fechada, assim dificultado estudantes, ou pessoas novas no mercado de trabalho de serem empregadas.

Crianças e adolescentes que largam a escola pra viver do crime, agradeça ao estado também. Por muita das vezes eles não terem condição de vidas razoável, acabam aderindo o caminho mais “fácil”. Por o estado impor uma “lei” que dificulta o trabalho infantil em empresas, (não só pelo salário mínimo, quanto pelo artigo 403) faz com que seja dificultada a entrada de criança e adolescente com condições financeiras precárias seja dificultado de entrar no mercado de trabalho. Assim, faz com que eles larguem a escola e provavelmente viver da vida do crime.

Todo aquele indivíduo que não tem tempo ou capacidade de produzir mais que o salário mínimo, está condenado a ser desempregado. Assim, o estado faz com que essas pessoas necessitem de programas como bolsa família, auxílios… a consequência disso é: aumento dos impostos e até o próprio estado.

Autor: Kelvin Miguel

Caso queira fazer uma doação ao autor: bc1q4dlkr6gl34k9h6krs94ha8t6ryt3j2htyat8u8

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *